" />

online
A carregar...
 
Français Deutsch English русский العربية 中国的 Espanol Italiano român Brasileiro Polski

Estes sao os resultados da procura:

Procurou por: “Vidro e Cristal

  • 1ATVIDROS
  • Actividade:Vidro e Cristal
  • Morada:
  • Rua Artur Sobral , S/N
  • 4740 - 338 Fão - Esposende
  • 2Espelho de Sombras, Lda
  • Actividade:Vidro e Cristal
  • 00 351 224 113 283
  • Morada:
  • Rua Cruzes , 19
  • 4585 - 401 Rebordosa Paredes
  • Descriçao:
  • A ESPELHO DE SOMBRAS, LDA é uma sociedade por quotas, fundada em 30 Dezembro 2008, inteiramente dedicada à transformação de vidro plano.
    É uma empresa apetrechada da mais moderna tecnologia, para satisfazer as exigências dos clientes. Apostando cada vez mais na diversidade, qualidade dos produtos e dos serviços prestados.
    Dedicando-se a trabalhos de decoração, construção civil, fornecimento de todo o tipo de vidros, espelhos, manufacturas, etc, em todo o continente e ilhas.<br>POLÍTICA DA QUALIDADE
    O nosso objectivo prioritário é proporcionar aos nossos clientes, a garantia de que os nossos produtos são fabricados com um nível de qualidade que vá de encontro às suas necessidades e expectativas.
  • 3Vidraria Aquaflavia
  • Actividade:Vidro e Cristal
  • 00 351 917 827 139
  • Morada:
  • Rua João do Sapo , Nº 9
  • 5400 - 296 Chaves
  • Descriçao:
  • Vidraria com vidro temperado, acústico, duplo, espelhado, acrílico e laminado. Fazemos arestas, foscagem, montras, divisórias, espelhos, gravações e vitrais.
  • 4VIDRARIA EURO VIDRO
  • Actividade:Comrcio de Vidros e Molduras
  • 00 351 256 338 337
  • Morada:
  • Rua Antonio Sampaio Maia , Edificio S. Bento - Nº 38 - Loja A
  • 4520 - 616 S. João de Ver
  • Descriçao:
  • Histótia do vidro....Os povos que disputam a primazia da invenção do vidro são os egípcios e os fenícios. Segundo a Enciclopédia Trópico: “Os fenícios contam que ao voltarem à pátria, do Egito, pararam às margens do Rio Belus, e pousaram sacos que traziam às costas, que estavam cheios de natrão (carbonato de sódio natural, que eles usavam para tingir lã). Acenderam o fogo com lenha, e empregaram os pedaços mais grossos de natrão para neles apoiar os vasos onde deviam cozer animais caçados. Comeram e deitaram-se, adormeceram e deixaram o fogo aceso. Quando acordaram, em lugar das pedras de natrão encontraram blocos brilhantes e transparentes, que pareciam enormes pedras preciosas. Um deles, o sábio Zelu, chefe da caravana, percebeu que sob os blocos de natrão, a areia também desaparecera. Os fogos foram reacesos, e durante a tarde, uma esteira de liquido rubro e fumegante escorreu das cinzas. Antes que a areia incandescente se solidificasse, Zelu plasmou, com uma faca aquele líquido e com ele formou uma empola tão maravilhosa que arrancou gritos de espanto dos mercadores fenícios. O vidro estava descoberto.” Esta é uma versão um tanto lendária. Mas, notícias mais verossímeis, relatam que o vidro surgiu pelo menos 4.000 anos A.C.. Julga-se entretanto que os egípcios começaram a soprar o vidro em 1.400 A. C., dedicando-se, acima de tudo, a produção de pequenos objetos artísticos e decorativos, muitas vezes eram confundidos com belas pedras preciosas.... Historia do vidro em Portugal....Foi só no século XVIII que se estabeleceu em Portugal a indústria vidreira — na Marinha Grande — e ainda hoje esta existe. Anteriormente, há notícia, desde o século XV, da existência de alguns produtores artesanais de vidro. É conhecido o labor do vidreiro Guilherme, que trabalhou no Mosteiro da Batalha. O vidro era obtido através da incineração de produtos naturais com carbonato de sódio (erva-maçaroca). Houve diversos fornos para a produção vidreira em Portugal, mas a passagem de uma produção artesanal, muito limitada, para a produção industrial foi lenta. Uma fábrica existente em Coina veio a ser transferida para a Marinha Grande, em consequência da falta de combustível. Estava-se no reinado de D. João V. A proximidade do Pinhal de Leiria, teria aconselhado a transferência da antiga Real Fábrica de Coina. Depois, o Marquês de Pombal concedeu um subsídio para o reapetrechamento desta fábrica vidreira na Marinha Grande.

    Em 1748 estabeleceu-se na Marinha Grande John Beare, dedicando-se ali à indústria vidreira. A abundância de matérias primas e de carburante aconselhavam o fomento dessa indústria naquela região. Em 1769 o inglês Guilherme Stephens beneficiou de importante protecção do Marquês de Pombal e estabeleceu-se na mesma localidade: subsídios, aproveitamento gratuito das lenhas do pinhal do Rei, isenções, etc. A Real Fábrica de Vidros da Marinha Grande desenvolveu-se a ponto de ser Portugal, a seguir à Inglaterra, o primeiro país a fabricar o cristal.

  • 6Fibras de Vidro
  • Actividade:Produo em Fibra de Vidro
  • Morada:
  • Rua 5 , 209 - Outeiro
  • 4480 - 110 Arvore - Vila do Conde
  • 7NewCar Grande Porto / Matosinhos
  • Actividade:Vidros para Automveis
  • 00 351 220 990 290
  • Morada:
  • Rua D. João I , 259
  • 4450 - 165 Matosinhos
  • Descriçao:
  • Serviços:

    . Substituição e Reparação de vidros para Automóveis*
    . Aplicação de Películas Solares
    . Restauro de Opticas
    . Limpeza de Viaturas
    . Lavagem de Estofos e de Interiores
    . Reparação de Bancos Queimados
    . Hidratação de Estofos em Couro
    . Polimento de Pintura


  • 8EURO-GLAS
  • Actividade:Vidros para Automveis
  • Morada:
  • Bairro do Areeiro - Moselos , s/n
  • 3515 - 292 Viseu
  • 9Vidraria Macedense, Lda.
  • Actividade:Comrcio de Vidros e Molduras
  • Morada:
  • Alameda Nª. Srª de Fátima , 27
  • 5340 - 201 Macedo de Cavaleiros
  • 10BONDGUARD - PROTECTION SYSTEMS
  • Actividade:Vidros para Automveis
  • 00 351 253 822 186
  • Morada:
  • Rua Alexandre Herculano , nº115
  • 4750 - 107 Arcozelo - Barcelos
  • Descriçao:
  • BONDGUARD - PROTECTION SYSTEMS
    Automoveis - Motos - Truck&Bus

Resultados 1 até 10 de 100.

1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 | 8 | 9 | 10 | Seguintes »